Buscar
  • Nelson Gomes

10 Dicas Valiosas de SEO

Atualizado: 17 de Jan de 2019



Tens andado numa luta constante com o Google para que sejas a sua primeira opção? Sei que estás farto de ser posto em segundo plano e tratado como uma segunda opção. Apesar de o cenário ser desgastante, não desistas. Mostra-lhe alguma dedicação e conquista-lhe o coração com estas dicas.


1. Criação de títulos únicos e concretos

  • Escolhe um título que descreva exatamente o tipo de conteúdo presente na tua página web.

  • Cada página deve ter um título distinto das demais e adequado ao seu conteúdo. Desta forma, o motor de buscar terá mais facilidade em fazer distinção dos temas tratados em cada página, aumentando a probabilidade de ser mostrada como resultado de pesquisa.

  • Os títulos devem informar o utilizador, mas serem curtos e de fácil perceção. Caso o título seja longo, o Google pode mostrar apenas parte do conteúdo.

2. Utilização de Meta Tag descritiva

  • Escreve uma descrição que indique e capte a atenção aos utilizadores acerca de um determinado tema.

  • Tal como nos títulos, utiliza meta tags distintas para cada página do teu webiste. O Google irá ter maior facilidade em distinguir os temas específicos de cada uma das partes do website.

3. Investe na estrutura dos teus URLs

  • Utiliza palavras correspondentes ao conteúdo e estrutura do teu website. O URL vai tornar-se mais facilmente memorizável, aumentando a possibilidade de serem hiperligados.

  • Cria um diretório com uma estrutura simples. Desta forma, os utilizadores conseguirão determinar onde eles se encontram nas páginas web.

  • Uniformiza os URLs de acesso ao teu website através do redirecionamento 301 ou da forma canónica (aqui deves pedir ajuda a um IT, não tens que percorrer a jornada sozinho).

4. Simplifica a navegação do teu website

  • Cria uma hierarquia simples de hiperligações através da simplificação do processo de passagem da homepage para uma página secundária. Vais melhorar a experiência do utilizador!

  • Controla o texto na navegação do teu website, assim o Google terá a capacidade de fazer um rastreio mais eficaz.

  • Cria uma página que mostre a organização do teu website, com as páginas mais relevantes, seguidas das mais específicas. Utiliza HTML sitemap no website e XML sitemap para garantir que o Google reconhece a estrutura e o indexa corretamente.

  • Personaliza a página de erro 404 de forma a reencaminhares o utilizador para uma hiperligação válida, melhorando a sua experiência.

5. Distribui conteúdos e serviços de qualidade

  • Escreve texto de fácil leitura.

  • Organiza a informação por temas e tópicos, dividindo-a de forma coerente e clara.

  • Dá novidades e partilha novos conteúdos para dares razões aos utilizadores para voltarem e atraíres novos visitantes.

  • Desenvolve o conteúdo a pensar no utilizador, sem esquecer a importância da acessibilidade dos motores de busca.

6. Atenta ao texto âncora (texto visível e clicável de uma hiperligação)

  • Opta por texto descritivo e aproveita-o para fornecer informação rápida ao utilizador

  • Formata as hiperligações para se torne facilmente distinguível o texto âncora do normal.

  • Quando usado internamente, no teu website, o texto âncora pode facilitar os utilizadores e o Google na navegação.

7. Otimiza as imagens

  • Os textos dos atributos alt devem ser otimizados, preferencialmente com frases curtas, mas que identifiquem o conteúdo.

  • No caso de usares uma imagem como ligação, ao utilizares o alt a imagem pode ajudar os motores de busca a perceber qual a página a que esta está ligada.

  • Fornece um mapa de site para imagens para ajudares o Googlebot a perceber que informação contêm as imagens.

8. Usa as heading tags de forma apropriada

  • Utiliza palavras e informações que podem interessar ao utilizador.

  • Não exageres para não dificultar o entendimento dos conteúdos por parte do utilizador.

9. Usa o robots.txt (controla qual informação de um website deve ou não deve ser indexada pelos sites de busca)eficazmente 

  • Adequa a forma de proteção de acordo com o grau de sensibilidade da informação. Conteúdo confidencial não deve ser protegido com este ficheiro devido à possibilidade de referenciação pelos motores de busca caso exista alguma ligação na web a esse URL. A melhor alternativa á a utilização de passwords.

10. Está atento ao atributo rel=”nofollow” para hiperligações

  • Combate spam de comentários.

  • Adiciona automaticamente “Nofollow” a comentários, mensagens ou publicações.

Pede ajuda aos teus parceiros ou colegas de trabalho da área de IT para que possas implementar o teu plano de conquista na perfeição. O Google vai render-se aos teus encantos.


Fonte: Guia de Otimização para Motores de Busca da GOOGLE
16 visualizações
  • Facebook - Disaine
  • YouTube - Disaine
  • Pinterest - Disaine
  • Instagram - Disaine
  • LinkedIn - Disaine
© 2020 Disaine - Agência de Marketing Digital, Comunicação e Design